domingo, 27 de dezembro de 2015

Mudanças




Lembro me até hoje de quando estava com medo de ter que mudar completamente da noite pro dia por ter completado 18 anos. Hoje com 19. Um mínimo ano de diferença sinto me tão longe de quem era. Recentemente estava sentado em uma pastelaria sozinho após o expediente. Algo tão natural, mas que se eu fosse parar pra pensar não é algo que eu faria antes. Não sem pedir dinheiro e deixar avisado onde iria.  O fato de estar trabalhando me abriu as portas para uma independência financeira maravilhosa. Outro dia mesmo sai correndo para passar em uma loja e fazer uma compra de roupas que eu precisava. Fui sozinho. Passei o meu próprio cartão e pagarei a conta quando ela chegar. Ir à uma pré estreia de cinema e voltar para casa uma hora da manhã. Estar presente em festas mesmo que elas aconteçam quatro vezes em um mês. Comprar o que eu quero. São privilégios que já não consigo viver sem, mas um dia já vivi. Não tenho mais tempo para sentir saudades das coisas que fazia antigamente - claro que em muitas madrugadas me pego lembrando e mergulhando em nostalgia. Tudo que eu tinha medo de abandonar simplesmente passaram a flutuar. Deixando minhas mãos livres. Hoje permanecem nas mais doces lembranças presentes em músicas ouvidas. Desenhos feitos. Sonhos vividos.  

 
Um ano faz toda diferença na vida de alguém e é por isso que quando uma amiga disse que ela continua a mesma de quando eu a conheci quase a fiz surtar com tantos argumentos e continuo afirmando. Não foi só no seu corte de cabelo ou na armação do óculos que você mudou. Querida, atualmente você emite uma luz tão distinta. A cada dia que passa enquanto ´´ se perde´´ tu se encontras. E nesse caminho que talvez não saiba para onde vai - até porque fica parando para conversar a cada dez passos saiba que um dia você chegará ao seu destino e quando chegar. Pense no seu caminho e em tudo que viu. Pense em quem era ontem e quem será amanhã, mas jamais deixe de abraçar quem és hoje. 



Mudanças fazem parte da vida de todos. Algo que não pode ser evitado mesmo quando se tenta. É como se apaixonar. Oh e acredite! Disso eu entendo.

Bjos e até Breve o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário