Pular para o conteúdo principal

Resenhas Série: American Horror Story 1º temporada



Hey o/ Hoje estou aqui para falar um pouco sobre a primeira temporada de American Horror Story.
Bom a Série já começa dando um gostinho de como será a trama.
 Aquele terror envolvente muitas vezes mais psicológico que tudo. Uma trilha sonora adequada. Situações que alguns chamariam de clichê.


A história realmente começa com a chegada da família Harmon em uma mansão restaurada. A mudança tem como proósito dar um recomeço pro casal que passa por sérias crises. Ben traiu a esposa recentemente com uma mulher mais jovem. O casal investiu todo o dinheiro na mansão e o Mr. Harmon passa a atender seus pacientes ali mesmo - Ele é psicólogo.


Violet é a filha do casal uma garota que gosta das coisas sombrias. Um tanto problemática com certa depressão pela instabilidade familiar. Ela logo passa a ter encontros com um dos pacientes de seu pai, Tate. Um garoto que vive entrando na mansão sem ser convidado e que também gosta das coisas sombrias. A proibição de Ben faz com que tudo fique mais intenso. Logo os dois estão mergulhados em um romance nada tradicional marcado pelo horror.





Outros personagens compõem a história tais como Constance uma vizinha, diva de personalidade forte. Ela já foi moradora da mansão há algum tempo atrás e conhece bem as verdades que se escondem dentre os corredores reformados da mansão. Larry Harvey um homem misterioso com metade do corpo marcado por queimaduras sua história apesar de ser importante no núcleo atual. Seu passado ganha forma se mesclando com o de Constance.



Temos também Moira, uma emprega que se oferece para trabalhar para a família alegando que precisa do emprego e que já está nele há muuuuitos anos. Dono após dono. O curioso dessa personagem é que as mulheres a veem como realmente é: uma senhora e sem um olho! Já os homens a enxergam como uma jovem moça completamente atraente e provocante e de fato ela provoca mesmo se insinuando e ela não desiste fácil se tornando um dos pesadelos do Mr. Harmon. Apesar disso ela é uma personagem de coração bom seu passado está ligado com o de Constance e seu desfecho é um tanto inesperado levando em conta o estilo da série. 


Você deve estar se perguntando ´´onde está o terror?´´. Está bem aqui: A mansão possui um passado muito medonho. Basicamente todos os antigos donos de um jeito ou de outro morreram e desde então seus espíritos ficam presos ali para sempre! Atormentando os novos moradores. 

Existe uma relação entre o passado com o presente. A situações criadas são justificadas em um retrocesso na linha do tempo. Pelo fato de serem fantasmas a vitimas são taxadas como loucas e isso me deu um desespero, pois é muito agoniante você ver uma pessoa falando verdades sem que ninguém acredite. 



A cada episódio ficamos sabendo um pouco mais do passado da moradia, mas tudo é misturado de certa forma. Muitas vezes a conclusão de uma história acontece três episódios depois, ainda assim sempre tem uma parte pra contar e isso faz com que os personagens apareçam bastante. Adorei muitos deles! Alguns dos casos são realmente baseados em acontecimentos reais ( eu não pesquisei isso! me falaram) ou seja Aqueles personagens realmente existiram. 

Dentre tantas histórias temos o cirurgião que fazia abortos na mansão até que descobriram e sequestraram seu filho e o devolvendo aos pedaços. Ele tentou reconstruir e conseguiu! Temos também o Rubber man. Alguém que usa uma fantasia inicialmente comprada para fetiche, mas que acabou virando as vestes de um assassino.
 No desenrolar novas pessoas são assassinadas e mesmo se você não for um morador: morrer ali dentro te aprisionará! A trama se complica cada vez mais. Um  episódio supera o outro. Você quer que tudo se resolva, porém só piora! Principalmente Ben que se afunda cada vez mais tentando resolver as coisas. 


SPOILER: Eu fiquei pasmo com o desfecho de um personagem que eu gostava muito e pensava que estava vivo quando na verdade estava morto e foi uma reviravolta muito grande.



Abertura Medonha:   



Bom são 12 episódios. A trama se desenrola super bem. O desfecho dos personagens muito bom. As reviravoltas o mistério. Eu me apeguei a alguns odiei outros personagens. No ultimo episodio aconteceram tantas coisas diferentes. Eles quiseram fechar com chave de ouro e acho que conseguiram! Eu amei a série. Essa vibe que mexeu com o meu psicológico me deixando com medo do silêncio.  Super recomendo! Em breve assistirei a 2º temporada.. agora pretendo voltar a ver My Mad Fat Diary. É isso espero que tenham gostado! Se você já assistiu ou quer assistir me conte aqui nos comentários o que achou/ espera.



                                                             Bjos e até breve o/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Série Reign 1º e 2º temporada

Hey. Hoje trago mais uma resenha de série que eliminei da lista. Trata-se de Reign. A série já possui  duas temporadas lançadas e corre o riso de ser cancelada na terceira. Antes de começar a falar sobre gostaria de mandar uma agradecimento formal à Camila Freitas que me indicou o seriado, Obrigado Camila!




Bom. Para você que assim como dormiu nas aulas de história. Se eu disser que trata-se da história francesa pode ser que tu dê um passo pra trás, mas vamos com calma. A série é maravilhosa. completamente envolvente e contém tudo: Fantasia. História, romance; drama.; comédia; segredos e armações além de intrigas. 

Antes de começar a assistir eu havia visto um vídeo no qual dizia que Reign era nada mais que uma mistura de Gossip Girl, Game of Thrones e Pretty Little liars - dá pra imaginar a minha reação diante disso né?

A trama gira em torno de Mary herdeira do trono escocês que estava escondida em um convento. Após uma tentativa de assassinato eles decidem que está na hora dela ir p…

Professor e Aluna.

O relacionamento entre aluna e professor é um tema que muito me agrada, principalmente quando se trata de uma história de amor, atualmente basta se falar em professor que já me vem Ezra Fitz na cabeça, e eterno Mr. Fitz, par amoroso da Aria Montgomery na série Pretty Little Liars ( divide o 1º lugar com Game of Thrones na minha lista de séries preferidas).

     O que eu mais gosto são as situações que surgem, com todo aquele ar de proibido, em PLL uma das cenas mais divertidas para mim, foi a Aria convidando o Ezra  pra sair durante a aula. Ele ficou todo tenso, enquanto ela  se divertia, com a desculpa de que estava mostrando uma atividade no caderno, o que na verdade era um ingresso colado, e em cima estava escrito ´´ Amanhã a noite? ´´. Ela também abre a jaqueta e deixa amostra uma gravata com um bilhete dizendo ´´ vista me´´. Pensou em tudo! Foi muito bem elaborada a cena, a trilha sonora deixou ainda mais divertido.  Deixo o link para quem quiser ver a cena inteira: (https://…

Resenha filme: O Dormitório

Ontem 01/11 eu assisti esse filme. Confesso que foi um filme que não cheira nem fede, mas talvez você pense diferente.



Vivian é uma garota que sofre de depressão por não gostar de si mesma principalmente do seu peso. Acaba de chegar à faculdade na metade do ano letivo e por isso não possui colega de quarto. Aos poucos ela descobre acontecimentos que ocorreram ali com a antiga hospede Violet.



Logo no inicio faz amizade com Sarah, uma garota descolada e popular que apresenta mais dois amigos e uma vida social. Com ajuda de um chá ´´natural´´ e roupas novas a vida de Vivian começa a mudar.



Vivian também conhece um rapaz muito charmoso que é monitor de uma aula de história. Ela logo fica caidinha por ele e é correspondida. Até descobrir que ele pode estar envolvido ao passado de Violet.



Vozes ficam atormentado a garota. Sussurrando xingamentos ou frases ameaçadoras encorajando-a mudar. Marcas aparecem em seu corpo. Símbolos que ela já havia visto em um caderno de anotações e que estão re…