quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Resenha: As vantagens de ser invisível



Estou devendo essa resenha para uma amiga, já deve fazer um mês. Assisti novamente e finalmente farei a devida resenha.

Acho que nenhum filme até hoje me passou essa vibe tão forte uma mistura de alegria com depressão, tem outro filme chamado te amarei para sempre, mas não se compara. Bom o filme é narrado pelo personagem principal, Charlie, um jovem que tem alguns problemas por assuntos que aconteceram quando mais novo e também porque seu amigo se suicidou no ano anterior.  Charlie acabou de chegar ao Ensino médio, mas já pensa no fim chegando ao ponto de contar a quantidade de dias que ele enfrentará até a formatura. 
Por ser um filme mais dramático ele mostra de uma forma mais realista como é o bullying. Charlie desperta o interesse de seu professor Bill, já que mesmo jovem conhece muitos assuntos e autores no meio da literatura, uma vez que quer ser escritor, ainda assim se recusa a ter um participação direta durante as aulas. No decorrer do tempo Charlie acaba se afeiçoando com seu professor que passa a dar livros para trabalhos extras, assim surge uma amizade. 

Claro que Charlie não fica ´´sozinho´´ na escola, ele acaba por conhecer um grupo de veteranos. Duas pessoas em particular. Sam uma  jovem  incrível, mas que se perdeu um pouco quando estava no 1º ano e acabou se envolvendo com vários garotos, o seu meio irmão Patrick um jovem gay, extremamente despojado que vive cada segundo sem se deixar levar pelo que vão dizer. Esses dois são super divertidos e acabam tornando o ensino médio mais suportável, eles possuem um gosto musical mais antigo ´´ música boa´´ como eles chamam. Uma das falas que eu mais gostei, foi logo que se conheceram, Sam e Patrick disseram que Charlie deveria escrever sobre eles dois. Parece meio ´´ só isso?´´ mas realmente me marcou. 
No grupo dos veterano, ainda estão, Mary Elizabeth uma garota punk e budista um pouco durona, mas logo você acaba aceitando, Alice uma garota  rica que gosta de roubar calças jeans no shopping. Craig é o novo relacionamento de Sam e temos Brad, um dos ´´populares´´ é o par romântico de Patrick, eles possuem um relacionamento escondido que com o tempo acaba vindo a tona e surgem algumas consequências relevantes. 
Nas reviravoltas dos filmes vemos Charlie entrar em um relacionamento com Mary Elizabeth, mas ele percebe que quem ele ama mesmo é sua amiga Sam. Ele escolhe um momento não muito adequado para expor seus sentimentos. Durante um jogo de verdade ou desfio, Charlie é desafiado a beijar a garota mais bonita da festa e ao invés de beijar sua namorada, acaba beijando sua verdadeira paixão. Isso gera uma confusão na vida de Charlie que acaba tendo que se afastar de seus amigos ele começa a ficar realmente mal, juntando com seus problemas pessoais e familiares. 
Charlie passa por vários momentos especiais ao longo do filme sempre  ao lado dos amigos: como o teatro musical, um baile, uma festa na qual acaba ingerindo drogas um amigo secreto no natal, e o mais especial, para mim, passar dentro do túnel. Trata-se de colocar uma música boa, aumentar o volume do som, ir para a parte de trás da caminhonete e estender os braços enquanto sente o vento contra você. Na primeira vez que fazem isso com Charlie, nenhum deles sabe o nome da música e ficam procurando o filme todo até que  Sam  descobre então  é a vez de Charlie ir curtir o momento. Ele acaba se sentindo infinito <3 É um momento forte no filme muitos iriam chorar. 

Quando chega o fim do colegial para os veteranos. Charlie se vê sozinho e a depressão volta, trazendo assuntos do passado que vieram assombrando ele a vida toda e você acaba ficando com o coração na mão com o que pode acontecer. 

O filme mostra a importância da amizade na vida de uma pessoa, e ainda passa por assuntos relvantes como o bullying, depressão e dramas familiares que não posso dizer sem dar spoiler dos motivos de Charlie sofrer.
Eu amo esse filme, os atores são incrivelmente incríveis. Meus favoritos são a Emma como Sam, Nina Dobrev como irmã de Charlie ( não comentei sobre, porque a resenha está enorme). Johnny Simmons como Brad ( Gosto dele desde Garota infernal) e o próprio Logan Lerman como Charlie. 
Bem, é isso. Espero que tenha gostado, especialmente você Lays ^__^  Super recomendo o filme. Quero ler o livro Deve ser tão dramático quanto o filme. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário