domingo, 9 de novembro de 2014

Dezoito

   
Alguns diriam que a vida começa agora, outros que o simples dígito não faz de você uma pessoa diferente. De fato completar dezoito anos é um assunto que causa uma certa discussão. É aquele momento da vida em as primeiras decisões, realmente relevantes para sua vida, são tomadas. De certo modo não te torna uma pessoa melhor,, mas te faz querer ser uma.  No decorrer da semana eu ouvi uma resposta muito negativa quanto a um certo pedido como presente. Era algo simples, porém o que eu ouvi foi ´´ está na hora de crescer´´ refletindo sobre cheguei a seguinte pergunta:

A idade deve influenciar nas suas escolhas pessoais?

    Penso que não. A idade pode sim influenciar de alguma maneira, mas não totalmente. As vezes o mais puro desejo fora de época pode ser muito mais prazeroso de ser realizado. O que seria de um adulto que não pudesse comer chocolate porque passou da idade? Ou aquela garota sonhadora que é apaixonada pelos desenhos da disney vai ter parar de gostar depois de um certo tempo? Deverá haver um rompimento com tudo isso? Devemos nos afastar e deixar tudo aquilo que já de definiu, para trás? Eu não quero! Não vou! Me recuso a seguir por esse caminho. Acredito que com o tempo alguns costumes passam a ser menores e outros se tornam mais relevantes. Mas isso não deve ser da noite pro dia só porque passou mais um aniversário. 

     Outra questão que me colocou contra a parede é em relação a minha faculdade. Recebo muitos incentivos maravilhosos que me dão força para não desistir. Porém pessoas importantes na minha vida, não acreditam muito nesse segmento. Pensam que estou cometendo um  grande erro. Tentam me empurrar para outra direção por pensar que estão me fazendo um favor. Não critico essa preocupação, mas sim o respeito com as minhas escolhas. 

    Querer realizar um sonho pode ser complicado, mas necessário. Eu me vejo daqui uns anos me sentindo realizado, pois ainda que vá passar fome estarei ciente de que fiz o que realmente queria e aproveitei cada segundo de aventura, ou nos olhos alheios desventura. 

   Relendo esse texto cheguei a conclusão de que não está muito bom, mas expressa o que eu quero dizer. Se você que está lendo de algum modo estiver passando por isso. Fique firme. Não desista... Depois de um tempo essas pessoas percebendo que você está firme, terão que seguir as próprias vidas, outras simplesmente irão desaparecer pelo mundo seguindo os sonhos íntimos, ou até mesmo se contentando com aquelas poucas conquistas. 

     No fim só resta você e sua identidade. Será que estará feliz consigo mesmo tendo deixado que outras pessoas tenham escrito sua vida?  Não poderei responder isso para você, pois não pretendo provar desse sentimento.  Continuarei sendo esse garoto sonhador com uma ideologia única marcada pelo desejo de ser feliz e encontrar o amor verdadeiro. Desejar aquilo que me define mesmo que seja irrelevante aos outros olhos. Buscar a inspiração todos os dias e dar o melhor de mim a cada momento. Viver um sonho ao invés de apenas sonhar com ele. Afinal tenho 18 anos.. tenho muitos aniversários, se Deus quiser,  para comemorar ainda, muito a conquistar e um grande amor  para encontrar. 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário