Pular para o conteúdo principal

Resenha: A Guerra dos Tronos


     Terminei de ler o primeiro livro de uma (vida) série espetacular, me fez amadurecer com relação a alguns pensamentos, me fez ficar revoltado me fez sentir muitas outras coisas, se trata de A Guerra dos Tronos  de George R. R. Martin. Atualmente a saga está no seu sexto livro ( não me recordo se já está disponível para venda).
    A história se passa em uma época medieval onde existem reis, princesas e rainhas más, entretanto não é um conto de fadas nem de longe uma história com final felizes para todos, é um livro banhado a traições e sangue. É imprevisível. Personagens importantes morrem. Não se pode confiar em ninguém.
    Tudo começa com a morte da mão do rei, Jon Arryn. O rei Robert Baratheon e toda sua corte viajam até Winterfell para pedir que seu amigo de infância que o ajudou conquistar o trono, Lorde Eddard Stark assuma o cargo.
    Eddard é movido pela honra e por fim acaba por aceitar. Sua esposa Catelyn Stark fica com pressentimentos ruins mesmo assim tem planos para que Ned ( apelido de Eddard) investigue a morte da mão anterior. Ele resolve levar seu segundo filho mais novo, Bran Stark e suas duas filhas, Sansa e Arya para junto dele a Porto Real uma vez que Sansa está prometida ao herdeiro do rei Joffrey Baratheon. Eddard deixa para trás além de sua esposa, seu filho mais velho Robb, o mais novo Rickon e o seu filho bastardo Jon Snow.
    Durante a estadia da corte em Winterfell, Bran acaba presenciando a rainha Cersei Lannister tendo relações sexuais com seu próprio irmão Jaime Lannister, no alto de uma torre, sem piedade o garoto foi empurrado lá de cima. Quando desperta após um longo período de tempo não se o que aconteceu e descobre que está paralitico da cintura para baixo. Esse acontecimento é o inicio de uma longa jornada perigosa onde tem se tomar cuidado com o que vai descobrir e até onde pretende ir em busca da verdade.
     Eddard logo percebe onde está se metendo e começa a descobrir muitos segredos naquele ninho de cobras e faz alguns inimigos. A história tem vários núcleos principais como  a investigação de Eddard, o restante da família que fica em Winterfell. Também temos o bastardo Jon que parte para se juntar o exercito da muralha (um lugar extremamente gelado,  que tem o objetivo de proteger ´´esse´´ lado do reino das criaturas sombrias que vivem do outro lado da imensa muralha).
    Do outro lado do mar temos Daenerys Targaryen e seu irmão Viserys do mesmo sobrenome ambos herdeiros legítimos do trono usurpado por Robert. Foram mandados para o outro lado do mar como forma de exílio após a morte do antigo rei Aerys Targaryen. Viserys casa Dany com Khal Drogo a fim de conseguir um grande exercito, atravessar o oceano e reconquistar o trono que é seu por direito. O que muda um pouco quando Dany ou Daenerys é tratada como rainha levantando a fúria do irmão que insiste e ameça-la dizendo que ela está acordando o dragão dentro dele.
    A história é narrada em terceira pessoa, sendo que cada capitulo vem apontando o ponto de vista de cada um dos personagens ( não todos) de forma que podemos acompanhar cada núcleo e ainda ter a possibilidade de se aprofundar em seu personagem favorito. É um livro que exige muito mais de você durante a leitora do que outros livros, mas vale a pena acompanhar. Nem de longe é enjoativo, pois pula de um personagem para o outro de forma que muda totalmente o cenário e a forma de pensamento. Pretendo continuar lendo a saga e assistindo a série que foi muito fiel ao primeiro livro.
     Como disse no começo esse livro me fez ficar revoltado e sentir muitos sentimentos, ao longo da história você é obrigado a se despedir de alguns personagens, em outras situações o clima fica pesado. Temos algumas cenas de sexo explicito. Uma das falas mais importantes de todo o livro, é tão épica quanto o resto é uma frase que a rainha Cersei diz para Eddard:
´´ Quando se joga o jogo dos tronos, ganha-se ou morre. Não existe meio termo´´ 

    Já da pra ter uma noção não é? Enfim é isso. Pra quem leu até o final, espero que tenha gostado e que tenha se interessado porque eu super recomendo. 







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Série Reign 1º e 2º temporada

Hey. Hoje trago mais uma resenha de série que eliminei da lista. Trata-se de Reign. A série já possui  duas temporadas lançadas e corre o riso de ser cancelada na terceira. Antes de começar a falar sobre gostaria de mandar uma agradecimento formal à Camila Freitas que me indicou o seriado, Obrigado Camila!




Bom. Para você que assim como dormiu nas aulas de história. Se eu disser que trata-se da história francesa pode ser que tu dê um passo pra trás, mas vamos com calma. A série é maravilhosa. completamente envolvente e contém tudo: Fantasia. História, romance; drama.; comédia; segredos e armações além de intrigas. 

Antes de começar a assistir eu havia visto um vídeo no qual dizia que Reign era nada mais que uma mistura de Gossip Girl, Game of Thrones e Pretty Little liars - dá pra imaginar a minha reação diante disso né?

A trama gira em torno de Mary herdeira do trono escocês que estava escondida em um convento. Após uma tentativa de assassinato eles decidem que está na hora dela ir p…

Resenha filme: O Dormitório

Ontem 01/11 eu assisti esse filme. Confesso que foi um filme que não cheira nem fede, mas talvez você pense diferente.



Vivian é uma garota que sofre de depressão por não gostar de si mesma principalmente do seu peso. Acaba de chegar à faculdade na metade do ano letivo e por isso não possui colega de quarto. Aos poucos ela descobre acontecimentos que ocorreram ali com a antiga hospede Violet.



Logo no inicio faz amizade com Sarah, uma garota descolada e popular que apresenta mais dois amigos e uma vida social. Com ajuda de um chá ´´natural´´ e roupas novas a vida de Vivian começa a mudar.



Vivian também conhece um rapaz muito charmoso que é monitor de uma aula de história. Ela logo fica caidinha por ele e é correspondida. Até descobrir que ele pode estar envolvido ao passado de Violet.



Vozes ficam atormentado a garota. Sussurrando xingamentos ou frases ameaçadoras encorajando-a mudar. Marcas aparecem em seu corpo. Símbolos que ela já havia visto em um caderno de anotações e que estão re…

Professor e Aluna.

O relacionamento entre aluna e professor é um tema que muito me agrada, principalmente quando se trata de uma história de amor, atualmente basta se falar em professor que já me vem Ezra Fitz na cabeça, e eterno Mr. Fitz, par amoroso da Aria Montgomery na série Pretty Little Liars ( divide o 1º lugar com Game of Thrones na minha lista de séries preferidas).

     O que eu mais gosto são as situações que surgem, com todo aquele ar de proibido, em PLL uma das cenas mais divertidas para mim, foi a Aria convidando o Ezra  pra sair durante a aula. Ele ficou todo tenso, enquanto ela  se divertia, com a desculpa de que estava mostrando uma atividade no caderno, o que na verdade era um ingresso colado, e em cima estava escrito ´´ Amanhã a noite? ´´. Ela também abre a jaqueta e deixa amostra uma gravata com um bilhete dizendo ´´ vista me´´. Pensou em tudo! Foi muito bem elaborada a cena, a trilha sonora deixou ainda mais divertido.  Deixo o link para quem quiser ver a cena inteira: (https://…