segunda-feira, 21 de julho de 2014

Resenha: A Guerra dos Tronos


     Terminei de ler o primeiro livro de uma (vida) série espetacular, me fez amadurecer com relação a alguns pensamentos, me fez ficar revoltado me fez sentir muitas outras coisas, se trata de A Guerra dos Tronos  de George R. R. Martin. Atualmente a saga está no seu sexto livro ( não me recordo se já está disponível para venda).
    A história se passa em uma época medieval onde existem reis, princesas e rainhas más, entretanto não é um conto de fadas nem de longe uma história com final felizes para todos, é um livro banhado a traições e sangue. É imprevisível. Personagens importantes morrem. Não se pode confiar em ninguém.
    Tudo começa com a morte da mão do rei, Jon Arryn. O rei Robert Baratheon e toda sua corte viajam até Winterfell para pedir que seu amigo de infância que o ajudou conquistar o trono, Lorde Eddard Stark assuma o cargo.
    Eddard é movido pela honra e por fim acaba por aceitar. Sua esposa Catelyn Stark fica com pressentimentos ruins mesmo assim tem planos para que Ned ( apelido de Eddard) investigue a morte da mão anterior. Ele resolve levar seu segundo filho mais novo, Bran Stark e suas duas filhas, Sansa e Arya para junto dele a Porto Real uma vez que Sansa está prometida ao herdeiro do rei Joffrey Baratheon. Eddard deixa para trás além de sua esposa, seu filho mais velho Robb, o mais novo Rickon e o seu filho bastardo Jon Snow.
    Durante a estadia da corte em Winterfell, Bran acaba presenciando a rainha Cersei Lannister tendo relações sexuais com seu próprio irmão Jaime Lannister, no alto de uma torre, sem piedade o garoto foi empurrado lá de cima. Quando desperta após um longo período de tempo não se o que aconteceu e descobre que está paralitico da cintura para baixo. Esse acontecimento é o inicio de uma longa jornada perigosa onde tem se tomar cuidado com o que vai descobrir e até onde pretende ir em busca da verdade.
     Eddard logo percebe onde está se metendo e começa a descobrir muitos segredos naquele ninho de cobras e faz alguns inimigos. A história tem vários núcleos principais como  a investigação de Eddard, o restante da família que fica em Winterfell. Também temos o bastardo Jon que parte para se juntar o exercito da muralha (um lugar extremamente gelado,  que tem o objetivo de proteger ´´esse´´ lado do reino das criaturas sombrias que vivem do outro lado da imensa muralha).
    Do outro lado do mar temos Daenerys Targaryen e seu irmão Viserys do mesmo sobrenome ambos herdeiros legítimos do trono usurpado por Robert. Foram mandados para o outro lado do mar como forma de exílio após a morte do antigo rei Aerys Targaryen. Viserys casa Dany com Khal Drogo a fim de conseguir um grande exercito, atravessar o oceano e reconquistar o trono que é seu por direito. O que muda um pouco quando Dany ou Daenerys é tratada como rainha levantando a fúria do irmão que insiste e ameça-la dizendo que ela está acordando o dragão dentro dele.
    A história é narrada em terceira pessoa, sendo que cada capitulo vem apontando o ponto de vista de cada um dos personagens ( não todos) de forma que podemos acompanhar cada núcleo e ainda ter a possibilidade de se aprofundar em seu personagem favorito. É um livro que exige muito mais de você durante a leitora do que outros livros, mas vale a pena acompanhar. Nem de longe é enjoativo, pois pula de um personagem para o outro de forma que muda totalmente o cenário e a forma de pensamento. Pretendo continuar lendo a saga e assistindo a série que foi muito fiel ao primeiro livro.
     Como disse no começo esse livro me fez ficar revoltado e sentir muitos sentimentos, ao longo da história você é obrigado a se despedir de alguns personagens, em outras situações o clima fica pesado. Temos algumas cenas de sexo explicito. Uma das falas mais importantes de todo o livro, é tão épica quanto o resto é uma frase que a rainha Cersei diz para Eddard:
´´ Quando se joga o jogo dos tronos, ganha-se ou morre. Não existe meio termo´´ 

    Já da pra ter uma noção não é? Enfim é isso. Pra quem leu até o final, espero que tenha gostado e que tenha se interessado porque eu super recomendo. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário