domingo, 6 de julho de 2014

Resenha: Entrevista com o Vampiro


      Algumas horas atrás eu assisti um filme espetacular, vou tentar colocar em palavras o quanto eu gostei dele. Pode conter alguns spoilers. 
     Bem, o nome do filme é Entrevista com o Vampiro, foi baseado no livro de Anne Rice. Tudo começa quando Louis ( Bradd Pitty) resolve contar sua história para um jornalista. Voltamos então ao século XVIII onde seis meses após perder a esposa e o filho, Louis vaga pelas ruas procurando sua morte, arranjando brigas, bebendo até cair e saindo com damas da noite. Tudo muda quando Lestat (Tom Cruise) aparece  morde ele e o faz beber de seu sangue, Louis então se transforma em um vampiro.
     Lestat sente prazer em matar, no filme diz que ele ataca de duas a três vitimas por noite já Louis vai contra isso, ele não quer aceitar essa nova vida, sente remorso cada vez que mata alguém, em uma cena do filme um homem diz que Louis é um vampiro com alma de mortal por sentir tudo o que sente. Enfim ele passa a se alimentar de ratos e tenta ficar longe de seu criador. 
     Andando sozinho pelas ruas de Nova Orleans, ele encontra uma garotinha aos prantos ajoelhada perto da mãe, sentada em uma cadeira, está morta. Louis se aproxima e a garotinha o abraça e conta que o pai as abandonou e pede para que ele acorde sua mãe, Louis apenas morde pescoço da menina. Lestat aparece rindo por finalmente ter visto seu parceiro aceitar a vida que ganhou. 
   Claudia ( Kirsten Dunst) que é o nome dela, não ´´morre´´ em vez disso é transformada em vampira. Lestat a tem como filha, filha sua e de Louis que se vê sem poder abandoná-la, pois já a ama. 
       Claudia é totalmente sedenta pelo sangue, e passa a matar muitas pessoas, chega a ser cômico, afinal ela é tão meiga e lindinha que é surpreende quando ela ataca alguém por uma boneca. Ela começa a ser mimada pelos pais e por isso acaba passando dos limites as vezes. Ainda assim foi uma das personagens que eu mais gostei. Uma parte triste, complicada, mas importante de ser abordada é quando ela vê uma mulher se banhando e começa a questionar se um dia ela vai ser daquela forma, se vai se desenvolver, se vai crescer. Mudar.
Ao longo da história vemos os séculos passando, os nossos vampiros se adaptando as novas tecnologias, os vestuários. Decisões e atitudes mudam o rumo da história criando assim situações nada agradáveis, entretanto não vou dar muitos spoilers. Vou parar por aqui. 
      Enquanto assistia ao filme eu senti de tudo, alegria, tristeza, raiva, compaixão entre outros sentimentos. Super recomendo. Pretendo ler o livro.
       Também descobri que tem a HQ, não sei se é traduzida, vou pesquisar. Só sei que amei mesmo a história. Assistam e me contem o que acharam!!!                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário